Projectos Atuais

Instituição de Utilidade Pública
Fundada em 1905

  • Loja da Empresa: gabinete de apoio técnico aos empresários, que pretende dar resposta a todas as necessidades e solicitações dos associados da AEP;
  • Centro Qualifica : Estes processos tem como objectivo principal o reforço da qualificação da população activa, empregada e desempregada, contribuindo para o desenvolvimento de competências críticas à modernização económica e empresarial e para a adaptabilidade dos trabalhadores, através do processo RVCC – Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências e da formação complementar associada.
  • Formação Modular: esta formação visa o aumento dos níveis de qualificação dos adultos garantindo-lhes o acesso a módulos de formação de curta duração capitalizáveis, realizados no quadro de um determinado percurso formativo, com vista à obtenção de uma qualificação correspondente a uma determinada saída profissional, bem como o reforço da relação entre qualidade do emprego, profissionalização e qualidade dos serviços prestados.
  • GIP – Gabinete de Inserção Profissional, tem como principal função apoiar jovens e adultos desempregados na definição ou desenvolvimento do seu percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalhado, em estreita cooperação com o Centro de Emprego do IEFP. O GIP vem, assim, dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela AEPL no apoio a toda a população no sentido de ajudar a resolver os seus problemas de inserção ou reinserção profissional. Esta actividade da AEPL teve o seu início no Clube de Emprego, que funcionou entre Novembro de 1996 a Novembro de 2002, este trabalho teve continuidade com a UNIVA – Unidade Inserção na Vida Activa, que funcionou entre Dezembro de 2002 e Abril de 2009, inscrevendo-se na mesma lógica de intervenção promovendo a inclusão dos indivíduos no mercado de trabalho e na sociedade em geral, através da gestão do potencial de cada um. Actualmente existe o GIP que funcionará como uma plataforma que, através da aferição de competências e capacidades dos utentes, servirá de elo de ligação entre o mercado de trabalho e o trabalhador sempre com o envolvimento e participação dos utentes na prossecução dos objectivos definidos.
  • Anuário “O Anunciador das Feiras Novas: projecto que pretende manter a tradição de já vinte e sete de uma publicação limiana cultural e social, que divulga os usos, costumes, personalidade e poetas/escritores desta região.
  • Desde 2007, realização da Feira do Cavalo, em parceria com o Município de Ponte de Lima: este certame envolve competições nacionais equestres, exposições de coudelarias, de raças autóctones, mostra de produtos regionais, gastronomia, stands de vendas, animação, entre outros.

Comentários estão fechados.