Centro Qualifica

Instituição de Utilidade Pública
Fundada em 1905

 

MISSÃO DO CENTRO QUALIFICA

 

O Centro Qualifica da AEPL tem como missão promover acções de qualificação que promovam a qualidade dos serviços prestados pelas empresas do concelho, pela qualificação e certificação de competências dos empresários, numa perspectiva de aprendizagem ao longo da vida. O Centro Qualifica tem como missão dar respostas aos públicos desempregados da região, promovendo ofertas de formação, qualificação e certificação para minimizar os riscos de desemprego de longa duração e incrementar dinâmicas no tecido empresarial através da requalificação dos recursos humanos.

 

 

ESTRATÉGIA DE ACTUAÇÃO

 

A AEPL veio, com este projecto, dar mais um contributo para o desenvolvimento sustentado da região, beneficiando da imagem institucional que tem a nível local e regional e das relações empresariais estabelecidas com os agentes locais. As prioridades de actuação da AEPL são:

  • Empresas /Activos Empregados – Promovendo acções de sensibilização junto dos empresários e colaboradores salientando a necessidade de requalificação dos mesmos como uma estratégia fundamental para desenvolvimento sustentado do tecido empresarial.
  • Desempregados – Através da cooperação com IEFP de V. do Castelo, do GIP – da AEPL e do posto de atendimento do IEFP, com a cedência de instalações para essa valência, que gera uma proximidade privilegiada para desenvolver acções na diminuição da taxa de desemprego de longa duração e agindo pro-activamente para diminuir os riscos de desemprego.
  • Pessoas excluídas ou em risco de exclusão social – Através da parceria com o Conselho Local de Acção Social e entidades que o compõe, pela apresentação de respostas de encaminhamento de utentes que estão excluídos socialmente ou com forte risco de exclusão.

 

 

O Modelo de organização

 

O modelo de organização e gestão assentou numa lógica de promoção das ofertas de qualificação junto do tecido empresarial, tendo por base os princípios associativos e as directrizes proposta pela ANQ, enquanto entidade responsável pela coordenação dos Centros Novas Oportunidades.

A estratégia de desenvolvimento do Centro Qualifica passou pelo reforço das parcerias com instituições de responsabilidades ao nível do desenvolvimento económico, social, da alfabetização e da escolarização, que lhe permitem fomentar sinergias para uma maior mobilização social. O modelo de funcionamento é flexível, quer ao nível dos elementos da equipa quer do horário de funcionamento, indo ao encontro da disponibilidade dos adultos, com particular ênfase no horário pós-laboral. A descentralização dos processos do Centro Qualifica para as zonas rurais o que permitiu fomentar a estratégia de proximidade junto dos adultos. Este factor tem sido a chave do nosso sucesso e já o foi desde o início.

As sessões de esclarecimento e divulgação assumiram um papel determinante na actuação do Centro, de modo a sensibilizar o adulto para a importância da validação/certificação. Estas sessões permitiram dar continuidade ao papel informativo que a AEPL tem desenvolvido junto dos adultos, no sentido da valorização das competências adquiridas ao longo da vida em contextos não formais.

Sendo uma associação empresarial, fomentamos um contacto directo com as empresas da região, criando deste modo, mecanismos de empregabilidade potenciadores de inserção no mercado de trabalho.

Todos os elementos que constituem a equipa assumirão um papel determinante na implementação deste modelo, assim como para o sucesso da estratégia de desenvolvimento delineada.

 

 

Articulação com a Rede de Entidades de Educação e Formação da Região

 

A AEPL, com o intuito de mobilizar a cooperação institucional e a partilha de conhecimento, tem estabelecido parcerias de forma a corresponder às metas e às exigências definidas. Os seguintes protocolos terão um papel de interacção, divulgação, sensibilização e desenvolvimento de actividades formativa. Destacamos as seguintes parcerias:

  • Câmara Municipal P. de Lima
  • Escola Secundária de Ponte de Lima
  • EPRALIMA – Enquanto entidade certificadora
  • ECOAGRI – Projectos e Serviços Agro-Florestais, Lda.
  • IEFP – Em parceria através do GIP
  • Universidade Fernando Pessoa
  • Senior – Associação para o Estudo e Desenvolvimento da Acção Social.

 

 

As entidades com as quais a AEPL tem protocolo formalizado são as seguintes:

  • Junta de Freguesia de Poiares;
  • Junta de Freguesia de Gaifar;
  • Junta de Freguesia de Serdedelo;
  • Junta de Freguesia de Vilar das Almas
  • Junta de Freguesia de Gaifar
  • Junta de Freguesia de Sandiães
  • Junta de Freguesia de Freixo
  • Junta de Freguesia de Rebordões Santa Maria
  • Junta de Freguesia de Vitorino dos Piães
  • Junta de Freguesia de Fornelos
  • Junta de Freguesia de Vilar do Monte
  • Junta de Freguesia da Facha
  • Junta de Freguesia da Seara
  • Junta de Freguesia da Cabaços
  • Junta de Freguesia da Friastelas
  • Junta de Freguesia de Calheiros
  • Ferrolimiana – Comércio de Ferros do Lima, SA.
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima.
  • SAF – Salvador, Albino & Fernandes, Lda.

 

Estas parcerias constituem a base da estratégia de dinamização do Centro Qualifica, uma vez que permitem mobilizar e ajustar a estratégia de actuação do Centro às necessidades dos adultos.

 

Itinerância

Ponte de Lima é um concelho com uma densidade populacional reduzida, pelo que a AEPL tem que ajustar a sua estratégia de actuação no sentido de criar uma proximidade junto dos adultos, enquanto potenciais utentes que frequentarão os processos de RVCC ou outras ofertas de qualificação.

A itinerância dos processos justificou-se pela necessidade de facilitar a vida do adulto, promovendo a conciliação da sua vida profissional e familiar com a possibilidade de aumentar os seus níveis de escolarização.

Trata-se de uma região que, para além de ter três Centros Novas Oportunidades no Concelho, tem sido explorada por vários Centros que constituem a NUT III Minho-Lima.

 

 

 

Comentários estão fechados.